23/10 10:10

Governo do Maranhão inicia atividades da XVI Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Maranhão

Foto: Thaysa

“Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável” é o tema da 16ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Maranhão (SNCT), aberta oficialmente nesta terça-feira (22) em solenidade que reuniu educadores, pesquisadores, estudantes e autoridades, como o Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles, autoridades municipais, além de representantes de instituições de ensino superior do Maranhão.  O evento, que já se consagrou como o maior em divulgação científica do Estado, segue com programação gratuita até o dia 25 de outubro, das 9h às 19h, na Casa do Maranhão.

A abertura contou com apresentação do Coral Vozes da UNABI da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), grupo formado há três anos, com 35 participantes, que cantou em coro músicas nacionais e regionais. A conferência magna foi proferida pelo pesquisador, biólogo e doutor em Microbiologia, Lucio Freitas Junior, que explanou sobre ‘Empreendedorismo com ciência para o desenvolvimento de medicamentos para doenças negligenciadas e emergentes’. Na oportunidade, ele destacou sua ampla pesquisa em Biotecnologia, na Coreia do Sul, na produção de medicamentos para doenças comuns no Brasil. “São doenças tropicais, como malária e dengue, nunca antes estudadas na Coreia. Lá eles valorizam e investem muito na ciência, querem atrair os melhores para o país, tanto que cientistas estrangeiros não pagam impostos”.

Também estiveram presentes na abertura: o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Maranhão – FAPEMA, André Santos; a reitora da Universidade Federal do Maranhão, Nair Portela; o reitor da Universidade Estadual do Maranhão, Gustavo Costa; a reitora da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – UEMASUL, Elizabeth Fernandes; o presidente da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades estaduais e municipais e reitor da Universidade Estadual da Paraíba, Antônio Rangel; o reitor do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IEMA, Jhonatan Almada; o diretor executivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, Agenor Filho; e o pró-reitor de pós-graduação da Universidade Ceuma, Saulo Martins. Prestigiaram ainda o secretário dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves; a Secretária da Juventude, Tatiana Pereira; e o presidente da Associação Comercial do Maranhão – ACM, Felipe Mussalém.

“Escolhemos trazer a Cidade da Ciência para um espaço aberto, que pudéssemos discutir ciência, tecnologia e inovação em praça pública, acessível a todos. Diante de tantos cortes na educação pelo Governo Federal, queremos redobrar a resistência aqui no Maranhão. Não nos resta alternativa senão acreditar que a ciência pode impulsionar a nossa vida e a inovação ajuda a trazer soluções. É por meio da difusão do conhecimento que iremos mudar o atual cenário. Queremos mostrar o que nosso Estado vem produzindo e que todos possam conhecer os trabalhos científicos que estão sendo desenvolvidos aqui’, ressaltou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles.

Divulgação

O secretário também enfatizou a escolha do Centro Histórico de São Luís para realização do evento. “O Governo do Maranhão está com o programa Nosso Centro, que visa revitalizar e movimentar a região central da cidade. Um dos polos que está sendo pensado é o tecnológico. Iremos atrair a produção de conhecimento de alto valor e empresas de inovação tecnológica interessadas em material humano, que estamos formando em nossas academias”, completou.

Além de São Luís, a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) incentiva outros municípios do Maranhão a realizarem a programação da semana em suas cidades, como foi o caso de Imperatriz, que fez de 16 a 19 de outubro a primeira edição da Região Tocantina. “Realizamos na semana passada a SNCT em Imperatriz, que foi uma ação conjunta de todas as instituições de ensino, particular e pública, da Região Tocantina, inclusive com escolas do ensino médio. A premiação final foi para o Ensino Médio, que já se torna um incentivo para estes estudantes. Tudo realizado com foco na popularização da ciência. Para esta edição em São Luís, a UEMASUL está trazendo 80 trabalhos. Teremos um estande interativo com lançamento de livros, oficinas e outras atividades, além de participarmos de toda a programação que a Semana irá proporcionar”, frisou a reitora da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – UEMASUL, Elizabeth Fernandes.

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa – FAPEMA, André Santos destacou a participação anual na SNCT em parceria com a Secti. “Estamos mais um ano com programação durante todos os dias, além do edital de monitoria, de oficinas, palestras e alguns minicursos. A Semana é uma vitrine para mostrar resultados, inclusive do que a FAPEMA fomenta dos nossos editais para ensino médio, superior, mestrado, doutorado e pós doutorado, por exemplo. É uma oportunidade para aqueles que ainda não fazem pesquisa e que futuramente serão alunos de alguma instituição, de conhecer o trabalho que é feito, como é aplicado o dinheiro público e de que forma a ciência, a pesquisa em inovação e tecnologia, podem dar um retorno positivo para nosso Estado”, disse.

Ao todo, serão cerca de 300 atividades entre posters, conferências, palestras, mostras científicas, lançamento de livros, oficinas e atividades culturais durante os quatro dias de programação da SNCT 2019. No encerramento terá a premiação dos melhores trabalhos apresentados em cada área do conhecimento. A Semana é coordenada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, realizada pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O objetivo é promover a difusão e popularização da ciência e incentivar a interação entre academia, setor produtivo e população.

Contatos

contatos

Localização

localização

Click to open larger map

Av. dos Holandeses, Quadra 33, Nº 09 - Calhau, São Luís - MA