Eduardo Campos

Eduardo Henrique Accioly Campos nasceu no Recife em 10 de agosto de 1965. Formou-se em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) onde começou sua militância política como presidente do Diretório Acadêmico. Em 1986, participou da campanha à reeleição de Miguel Arraes, seu avô, ao governo de Pernambuco, tornando-se seu chefe de gabinete.Em 1990, filiou-se ao PSB, pelo qual foi eleito deputado estadual. Chegou ao Congresso Nacional em 1994 e, no ano seguinte, foi secretário do governo e da Fazenda. Foi reeleito em 1998 para a Câmara Federal como deputado mais votado de Pernambuco. Seu terceiro mandato como deputado veio em 2002, quando se tornou um dos principais articuladores do governo Luiz Inácio Lula da Silva. No ano seguinte, assumiu a pasta de Ciência e Tecnologia e, em 2005, chegou à presidência nacional de seu partido.

Foi eleito governador de Pernambuco em 2006. Com índices altos de popularidade e governo bem avaliado, conquistou a reeleição ainda no primeiro turno, tornando-se o governador mais bem votado do Brasil em 2010. Em 2014, lançou-se candidato à Presidência pelo PSB.

Morreu em 13 de agosto do mesmo ano em um grave acidente aéreo em Santos.

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Enquanto Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (2004-2005), criou a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia contribuindo para a divulgação científica, aprovou a Lei de Inovação e criou a Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas.

Governo do Estado de Pernambuco

Áreas, como a implantação de um grande conjunto de obras hídricas no Estado. Além disso, 1,5 milhões de pessoas saíram do racionamento; a Compesa foi modernizada e aumentou 18 vezes a captação de recursos; foram investidos R$ 350 milhões na recuperação de mais de 500 escolas; criadas 147 novas escolas de referência de Ensino Médio de Tempo semi-integral; 26 mil professores ganharam notebooks; e o Funcultura foi beneficiado com 500% a mais em recursos; o valor da energia elétrica foi reduzido em 10% nas contas para famílias de baixa renda; com ajuda do PAC – o Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal, o governo entregou 25 mil novasmoradias; foram entregues mais de 50 mil escrituras definitivas de casas populares e, com o Prometrópole, 1.493 casas foram entregues; para ampliar o acesso à cidadania e a promoção da igualdade aos grupos excluídos e proteção social para a população mais carente e em situação de risco social, o Programa Chapéu de Palha chegou a 52 municípios; promessas da primeira campanha, já foram entregues à população as unidades hospitalares Dom Helder Câmara (Cabo) Miguel Arraes (Paulista) e no Curado, Zona Oeste do Recife, ficará localizado o Pelópidas Silveira – juntas, as unidades possibilitam 500 novos leitos no Estado.

Além disso, o Governo do Estado investiu na construção de 14 Unidades de Pronto Atendimento, as UPAs, com capacidades para 500 atendimentos diários, em regime de 24h; o governo empreendeu ações pró-ativas para facilitar o acesso aos empregos gerados com o desenvolvimento, além de investir em qualificação da mão de obra e programas de proteção contra o desemprego temporário; obras rodoviárias que dão acesso aos municípios mais isolados foram implementadas, 12 estradas estaduais finalizadas e 24 em conclusão, já as rodovias federais: BR-104, BR-408, BR-101 e BR-232 (trecho Caruaru – São Caetano) foram duplicadas, entre outras; o governo empreendeu ações pró-ativas para facilitar o acesso aos empregos gerados com o desenvolvimento.

No Governo Eduardo Campos, Pernambuco ganhou mais 157 mil novos empregos; além de atrair investimentos para o Estado, o governo propiciou a qualificação da mão de obra e criou programas de proteção contra o desemprego temporário.

Fonte: Último Segundo; Governo Federal; Governo do Estado de Pernambuco.

Contatos

contatos

Localização

localização

Click to open larger map

Av. dos Holandeses, 1803 - São Marcos
São Luís - MA